Notícia

Por, Bairros de Maceió - 09/02/2007

PETRÓPOLIS - Prefeitura e CEF entregam novo condomínio do PAR

O que é o PAR ? - O Programa de Arrendamento Residencial - PAR, tem como objetivo o atendimento à necessidade de moradia às famílias com renda de até 06 salários mínimos. Trata-se de modalidade de arrendamento, com opção de compra ao final do período estipulado pelo contrato. É cobrada uma taxa mensal inferior a um aluguel para imóveis semelhantes, e após 15 anos a família torna-se proprietária.

A Prefeitura de Maceió participa, nesta segunda-feira (12), às 16h, da solenidade de entrega do empreendimento PAR Dom Helder Câmara, com a presença do ministro das Cidades, Márcio Fortes. Com 486 unidades, o novo condomínio fica na Avenida Galba Novaes de Castro, 881, Petrópolis, (por trás do Makro).

O empreendimento faz parte do Programa de Arrendamento Residencial, do Ministério das Cidades, é financiado pela Caixa Econômica Federal e conta com o apoio da Prefeitura de Maceió, através da Secretaria Municipal de Habitação Popular e Saneamento (SMHPS).

A adesão ao programa permite que as famílias sorteadas paguem uma pequena prestação, a título de arrendamento, com proposta de compra futura. O próximo PAR a ser inaugurado é o Antônio Coutinho, no bairro do Ouro Preto.

ENCERRAMENTO

A Secretaria Municipal de Habitação recebeu ofício da Caixa Econômica avisando que, em virtude de o número de interessados cadastrados até o momento já ser suficiente para completar o arrendamento das unidades restantes, as inscrições para o PAR Tarcísio de Jesus (Ouro Preto) já estão encerradas. No entanto, os interessados podem se inscrever para o Residencial Mendonça Uchoa.

 

Continue navegando...

Bairros de Maceíó © 2002-2018

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top