Ruas de Maceió

Rua
Acaraú
Tabuleiro do Martins
LOT.NUPORANGA

Acaraú, Rio e Cidade do estado do Ceará.

Data da Criação: 31/07/1849.        
Instalação: 05/12/1851.                
Toponímia: Rio das Garças.                   
Variação Toponímica: Acaracu.  

História: Município  a ocupar regular extensão do litoral Nordeste do Estado, consta como sendo um dos mais antigos redutos dos tempos coloniais. Seu nome se insere nos mapas seiscentistas, com a denominação de Barra do Caracu e a servir de ancoradouro nas referências costeiras. Nessa Barra atracavam, além dos navios regularmente em movimento, os chamados navios piratas, oportunidade em que eram realizadas as operações de escambo ou de produtos nobres por quinquilharias originárias do Velho Mundo.

Evolução Política: Vem dos apagares do Século XVII, quando por Provisão de 21 de setembro de 1799, elevou-se o povoado à categoria de Distrito. Essa situação permaneceu durante quase século e meio, quando por força da Lei nº 150, de 22 de setembro de 1838, deu-se a supressão e o consequente retorno à condição anterior. Quatro anos após e por força da Lei nº 253, de 19 de setembro de 1842, deu-se em definitivo a sua restauração. Sua elevação à categoria de Vila, com o Distrito já desmembrado da jurisdição de Sobral, ocorreu segundo Lei nº 480, de 31 de julho de 1849, tendo sido instalada a 5 de fevereiro de 1851. O título de Cidade, já com a denominação atual, ocorreu segundo Lei nº 2.029, de 5 de setembro de 1882.

Fonte de pesquisa: site   http://www.ceara.com.br/m/acarau/index.htm

 

Continue pesquisando, ou volte para lista de ruas de Maceió.
Bairros de Maceíó © 2002-2017

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top