Caderno 2

Por, Bairros de Maceió - 13/11/2019

Começou hoje a III Flipontal; confira a programação

A terceira edição da Festa Literária do Pontal da Barra (Flipontal) teve início nesta terça-feira (12) e segue até a próxima quinta-feira (14) com uma programação que conta com mesas, oficinas, exposições, feiras de livros e apresentações culturais. O evento é uma realização da Associação Cultural Alagoa do Sul, com o apoio da Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) e da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Como tradição nas festas literárias em Maceió, a III Flipontal irá homenagear duas grandes personalidades: o escritor baiano Jorge Amado, grande representante da ficção regionalista marcada na segunda fase do Modernismo, e o alagoano Jorge Calheiros, considerado um dos maiores cordelistas do Brasil.

O primeiro dia de evento teve mesas de discussão pela manhã e também à tarde. A primeira,  às 9h com o radialista Ademir Brandão fazendo um panorama histórico do bairro do Pontal. Logo após, haverá a mesa sobre história da Justiça no estado de Alagoas, que contará com a participação do juiz e historiador Claudemiro Avelino de Souza. Depois, a docente de moda Danúbia Barbosa participará de uma mesa cujo tema é um dos pilares da identidade do bairro, o artesanato, e a importância dele para o patrimônio cultural.

À tarde, a partir das 14h, acontecerão as mesas “Responsabilidade do Escritor”, com Taciana Valença, “As Influências das Diversas Culturas na Formação Linguística da Idade Média e Mídia”, com a participação de Margaret Leite, “Mestres de Moxotó”, com Josessandro Andrade. Às 16h, o ator e diretor Licurgo Spínola participará da mesa “A Arte da Representação Cênica (Cinema e Teatro)”.

Além das mesas, a programação também terá, simultaneamente, das 9h às 22h, a Biblioteca Volante com o Espaço do Saber, trocas e doações de livros com a Bibliocoop e a tenda da Livraria Beabá.

Às 19h, na Praça São Sebastião, acontecerá a abertura da terceira edição da Festa Literária no bairro com apresentação do Fandango do Pontal, antecedendo a cerimônia de abertura do evento. Às 20h. Além disso, o público poderá prestigiar os shows do cantor lírico Agnus Beker e de Gil Neves.

Confira a programação completa:

TERÇA-FEIRA (12 DE NOVEMBRO)

9:00 – Mesa 1 – A História do Bairro do Pontal da Barra – Radialista Ademir Brandão

9:00 – Biblioteca Volante – Contação de Histórias

9:00 – Tenda Semed – Jogos Pedagógicos: Tapete Lúdico

9:00 – Tenda Dos Homenageados – Contação De Histórias (Projeto A Guarda faz a escola) – Contação de Histórias – Meire Dayse

10:00 –Mesa 2 – História da Justiça em Alagoas – Juiz e historiador Claudemiro Avelino de Souza

11:00 – Mesa 3 – Artesanato e Identidade, a Importância para o patrimônio cultural -Danúbia Barbosa

13:30 – Biblioteca Volante – Contação de Histórias

13:30 – Tenda Semed – Jogos Pedagógicos: Tapete e Caixa Sensorial

13:30 – Tendas Dos Homenageados – Contação de histórias – Escritora Martha Brandão

14:00 – Mesa 4 – A Responsabilidade do Escritor – Taciana Valença (Vice Presidente UBE-PE)

14:30 – Tendas Dos Homenageados- Contação de histórias em Libras

14:40 – Mesa 5 – As Influências das diversas culturas na formação linguística da Idade Média e Mídia – Margaret Leite

15:20 – Mesa 6 – Mestres Do Moxotó -Josessandro Andrade

16:00 – Mesa 7 – A arte da representação (cinema e teatro) – Ator Licurgo Spínola

19:00 – Apresentação: Fandango do Pontal

19:30 – Cerimônia de Abertura

20:00 – Apresentação: Cantor Lírico Agnus Beker

20:30 – Apresentação: Gil Neves E Banda

QUARTA-FEIRA (13 DE NOVEMBRO)

9:00 – Mesa 8 – Vida e Obra de Jorge Amado – Cássio Cavalcante e Geraldo de Majella

9:00 – Biblioteca Volante – Contação de Histórias

9:00 – Tenda dos Homenageados – Recital Cosme Rogério

9:30 – Escola Silvestre Péricles: Bate papo com o Juiz Alonso Filho, com a temática “trabalho infantil”

10:00 – Mesa 9 – Jackson Lírico – Homenagem a Jackson do Pandeiro – Cosme Rogério

10:00 – Tenda Semed – Jogos Pedagógicos – Oficina da Diversidade

10:00 – Tenda dos Homenageados: Contação de Histórias – Escritora Rosana Mont’alverne

10:40 – Mesa 10 –  A Mulher e o Cordel – Graciele Castro

11:20 – Mesa 11 – A Cultura da Paz – Maristela Positano

13:30 – Biblioteca Volante – Contação de Histórias

13:30  – Tenda Semed – Jogos Pedagógicos – Oficina da Diversidade

13:30 – Tenda dos Homenageados – Contação de Histórias – Maristela Positano

14:00 – Mesa 12 –  O Homem e a necessidade da escrita – Paulo Sales

14:30 – Tenda dos Homenageados – Sarau Literário – Alunos Do 8º Ano Da Escola Silvestre Péricles.

14:40 – Mesa 13 –  O Casamento da Poesia com o Cordel – Mírian Monte,  Jorge Calheiros  e Cosme Rogério

15:20 – Entrevista com o homenageado: Jorge Calheiros – Com Mirian Monte, Geraldo de Majella, Fátima Almeida, Marcelo Firmino e Cássio Cavalcante

19:00 – Desfile de Moda Infantil

20:30 – Apresentação: Irineu Nicácio

QUINTA-FEIRA (14 DE NOVEMBRO)

9:00 – Mesa 15 – Conversa entre a União Brasileira de Escritores (Agildo Galdino Ferreira ) e Academia Alagoana de Letras  (Diógenes Tenório de Albuquerque Jr) –  Mediador: Carlito Lima

9:00 – Biblioteca Volante – Contação de Histórias

9:00 –Tenda Da Semed – Jogos Pedagógicos- Oficina da Diversidade

9:00 –Tenda Dos Homenageados – Recital com Rute Costa

9:30 – Escola Silvestre Péricles: Apresentação do coral da Escola Silvestre Péricles, como ação da ONG Maceió Voluntários, em parceria com a Ufal e a Semed, sob a regência do professor  Max Claudino

10:00 – Mesa 16 –  A cidadania como Ferramenta de transformação da sociedade – Pedro Oliveira

10:00 – Tenda Dos Homenageados – Contação de Histórias – Mikaelle Sofia

11:00 – Mesa 17 – A Leitura com prazer e como ferramenta de transforamação do mundo – Rosana Mont’Alverne

15:00 – Tardenoitinha de Literatura com Geronsarau de Poesia – Grupo de idosos

16:00 – Giro dos Folguedos

19:00 – Desfile de Modas Adultos

20:00 – Projeto Jonas Rock

– Carlos André (Reggae)

– Malcon (Rap)

– Reedi (Rap)

EXPOSIÇÕES NA ESCOLA SILVESTRE PÉRICLES

Quarta e quinta:

9h: 1° ano – Exposição e apresentação de brinquedos indígenas e demonstração de brincadeiras

2° ano – Exposição de comidas indígenas e do livro de receitas

3º Ano – Exposição de instrumentos – Musicais indígenas e apresentação da banda

4° ano – apresentação do livro com lendas indígenas e dramatização

15h: 5º ano – Exposição e apresentação da cultura indígena

6° ano A – Contos e lendas indígenas

6° ano B – Painel sobre culturas indígenas

7° ano A – Portfólio (exposição e apresentação de trabalhos sobre escolas e línguas indígenas (pátio)

7° ano B – Apresentação de cordel em homenagem ao cordelista Jorge Calheiros

8° ano – Sarau literário

9° ano – Documentário Projeto Tecendo Redes (Colônia dos Pescadores).

Fonte: Paula Araújo/ Ascom FMAC

 

 

 

 

 

Continue navegando...

Bairros de Maceíó © 2002-2018

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top