Notícia

Por, Bairros de Maceió - 17/10/2018

MANGABEIRAS - Viaduto João Lyra mudou a denominação para Aurino Malta

O viaduto que interliga a Avenida Governador Afrânio Lages - Leste-Oeste – à Avenida Almirante Álvaro Calheiros, em Mangabeiras, deixou de se chamar Viaduto João José Pereira Lyra. Lei Federal nº 6.454 de 24 de outubro de 1997 proíbe que locais públicos recebam nome de pessoas vivas, mas só após a aprovação do projeto de lei nº 200/2014 de autoria do vereador Eduardo Canuto. Maceió inicia o processo de cumprimento da legislação que vigora há mais de vinte anos. O empresário João Lyra foi homenageado com seu nome no viaduto por meio de da Lei Municipal nº 5.675 na gestão do ex-prefeito, Cícero Almeida.
Após a aprovação em Plenário da Câmara Municipal de Maceió, o PL seguiu para sanção do prefeito Rui Palmeira . Um novo projeto de lei de Eduardo Canuto deu entrada na Casa de Mário Guimarães sugerindo o nome do ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Alagoas, e ex-morador da região onde o viaduto foi erguido, Aurino Malta, como homenageado para dar nome ao equipamento urbano. O advogado faleceu em maio de 2007, vítima de um Acidente Vascular Cerebral.
“Esse é o primeiro caso, que regularizamos uma situação, cumprindo, assim, a lei federal que proíbe que as cidades e estados do Brasil homenageiem pessoas ainda vivas, colocando seus nomes em obras públicas. Vale dizer que temos enorme respeitos por todos os que foram lembrados, mas é preciso que Maceió respeite a legislação, e é o que estamos fazendo nesse momento. Quero agradecer o entendimento de todos os meus pares nesta Casa pela sensibilidade na aprovação do meu PL.”  declarou Eduardo Canuto, que é líder do governo na Câmara.
O parlamentar lembrou que a mudança de nome é em acordo com a Prefeitura e que os demais equipamentos que hoje ainda estão com nomes de pessoas vivas, também, passarão pelo processo de alteração.
Aurino Malta foi presidente da Ordem dos Advogados, seccional Alagoas, por dois mandatos consecutivos, entre os anos de 78 e 82. Foram nas suas gestões que a Caixa de Assistência dos Advogados de Alagoas foi criada e o atual prédio da entidade adquirido.

Fonte: Câmara Municipal de Maceió

 

Continue navegando...

Bairros de Maceíó © 2002-2018

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top