] Bairros de Maceió :: Um site premiado

João Rodrigues Sampaio Filho - (01.07.1971 a 20.03.1975)

História

Aliança Renovadora Nacional - ARENA
Prefeito nomeado pelo Governador do Estado

Nasceu em Maceió a 25 de setembro de 1937, filho de João Rodrigues Sampaio e Dona Úrsula Marinho Sampaio. Concluiu os cursos primário e ginasial no Colégio Diocesano e o cientifico no Colégio Estadual de Alagoas. Diplomou-se em Agronomia em 1963, pela Universidade Rural de Pernambuco. Foi técnico e executivo de várias indústrias açucareiras de alagoas e Pernambuco. Foi Prefeito de Maceió no governo Afrânio Lages (1971 – 1975) e Secretário de Agricultura no governo Divaldo Suruagy (1975 – 1975). Foi eleito deputado estadual em 1978 (então o mais votado), tendo exercido vários cargos na Assembléia Legislativa, inclusive o de vice-presidente.
No governo Theobaldo Barbosa, ocupou o cargo de Secretário de viação e Obras Públicas. Como prefeito de Maceió, realizou, entre outras, seguintes obras: asfaltamento de todas as ruas centrais de Maceió, implantação de obras de infra-estrutura (compreendendo toda a rede de galerias pluviais), criação de uma sementeira e plantio de 35 mil árvores, reforma das praças do centro da cidade e construções de várias avenidas; recuperação e ampliação de unidades de ensino da rede municipal e melhora e racionalização da limpeza pública, por meio da Companhia Beneficiadora de Lixo, COBEL. Mediante a lei municipal n° 2044, de 02.09.1973, João Sampaio criou o CESMAC – FEJAL, atendendo ao desejo do Cônego Teófanes de Barros e equipe, como também da juventude estudiosa de Alagoas.

 

Continue navegando...

Anterior

Juvênvio Calheiros Lessa

06.03.1971 a 30.06.1971

Ver História

Próximo

Dilton Falcão Simões

22.03.1975 a 21.03.1979

Ver História

Bairros de Maceíó © 2002-2020

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top