] Bairros de Maceió :: Um site premiado

Fernando Affonso Collor de Mello - (21.03.1979 a 14.05.1982)

História

Partido: Partido Democrático Social - PDS
Prefeito nomeado pelo Governador do Estado

Natural da cidade do Rio de Janeiro, nasceu a12 agosto de 1949, vindo em janeiro de 1951 para Maceió, com seus pais, Arnon Affonso de Farias Mello e Dona Leda Collor de Mello, quando seu pai assumiu o governo do Estado de Alagoas. Fez o curso maternal na Escola Nossa Senhora de Lourdes, em Maceió, retornando ao Rio, onde continuou seus estudos. Na capital carioca, Fernando Collor estudou no Colégio São Vicente de Paulo, onde fundou o jornal “O Trole”, em 1959, iniciando sua carreira de jornalística. Em 1965, no Colégio São José, no Rio, fundou outro jornal, “O Estudante”, exercendo, naquela unidade escolar, diversas atividades de destaque estudantil. Profissionalmente, Fernando Collor começou a trabalhar como repórter da sucursal do jornal “ Gazeta de Alagoas”, de propriedade de seus pais, no Rio de Janeiro. Em 1969, transferiu-se para o Distrito Federal, onde também era repórter da sucursal do “jornal do Brasil”, la permanecendo até 1972, quando retornou a Maceió. Na capital alagoana, onde veio morar em caráter definitivo, dirigiu a Organização Arnon de Mello e diplomou-se Bacharel em Ciências Econômicas, pela Universidade Federal de Alagoas. Em 1979, foi nomeado Prefeito da Capital, pelo então Governador Guilherme Palmeira, cargo que exerceu até 15 de maio de 1982, quando se afastou, ao pleitear pelo Partido Democrático
Social, PDS, uma vaga na Câmara Federal, para onde foi conduzido como o Deputado mais votado no Estado, além de alcançar a maioria absoluta dos votos ao seu partido, na capital alagoana.À época mais jovem prefeito das capitais brasileiras, Fernando Collor deixou sua marca administrativa urbanizando a Avenida Assis Chateaubriand e as praias da Ponta Verde e Jatiúca. Várias foram as ruas pavimentadas na sua administração, especialmente nos Barrios mais carentes. Entre elas, pode-se destacar a Via Leste-Oeste, que atravessa Maceió, passando pelos Barrios da Mangabeiras, Jacintinho, Feitosa, Farol , Centro, e contorna no Vergel ea Ponta Grossa, beirando a Lagoa Mundaú e indo até o Trapiche, Implantou o Diqueestrada, obra que beneficia, livrando-as das enchentes, as populações residentes à margem da Lagoa Mundaú, desde a rua General Hermes, na Cambona, até a Av. Siqueira Campos, no Trapiche da Barra. No campo educacional, conforme suas próprias palavras, “quadruplicou o número de crianças matriculadas em escolas da rede municipal, além de dedicar cerca de 50% do orçamento da Prefeitura de Maceió a obras em bairros da periferia, atendendo basicamente à população de baixa renda”.
Fernando Collor tem dois livros publicados: O desafio de Maceió e Maceió: vinte anos em 3. Foi agraciada com as condecorações “Ordem do Ipiranga” e “Ordem do Mérito Tamandaré”.

 

Continue navegando...

Anterior

Dilton Falcão Simões

22.03.1975 a 21.03.1979

Ver História

Próximo

Corintho Onélio Campelo da Paz

14.05.1982 A 18.03.1983

Ver História

Bairros de Maceíó © 2002-2020

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top