Web Rádio Maceió

A Web Rádio Maceió é uma boa opção pra quem quer conhecer a música produzida em Alagoas de forma rápida e prática, ideal pra quem já ouviu falar na cena e quer passar a vista e os ouvidos por aqui com um ou dois cliques. A principal característica dessa Web Rádio online é o ecletismo, se ouve de tudo um pouco, música tradicional, banda de pífanos, rock, ska, pop, forró, brega, tem o pessoal mais das antigas e as turmas mais novas de compositores do estado. Trabalho de garimpo feito por José Ademir M dos Anjos (Ademir Brandão) radialista, criador e mantenedor da web rádio, cujo principal objetivo é divulgar o trabalho dos compositores alagoanos e satisfazer a evidente carência de canais, visto que a única rádio convencional que toca música produzida na cena alagoana é a Rádio Educativa, a Voz FM e nenhuma outra. Os compositores e grupos que queiram disponibilizar seu som para apreciação da Web Rádio Maceió, (versão PlayList) basta enviar o material em mp3 128KBps para o endereço bairrosdemaceio@gmail.com.
Texto: Jornalista, cantor e compositor Marcelo Cabral, publicado no blog Overmundo

Artistas

Nome

Top 20 - Agosto

Música Cantor Cliques Posição mês anterior
De improviso Jan Cláudio 34 1
Misterios João Albrecht 24 4
São Pedro Max Dennis 21 2
Minha Alagoas Mari da Costa 21 5
Deixa acontecer Basílio Seh 15 1041
Porém Jan Cláudio 15 3
Radio Cabeça Basílio Seh 14 807
Água Mari da Costa 12 30
Eu sou o show Ibys Maceioh - Aqui Alagoas 12 8
10º Patativa Roberto Diamanso 12 25
11º Rua Augusta Ricardo Mota 11 71
12º Maria pra Toda Hora Mari da Costa 11 184
13º Panambierá Mácleim 11 0
14º Meus Olhos Mari da Costa 11 595
15º Pajuçara Max Dennis 10 48
16º Como vai você Maria Cândido 10 1037
17º Éter na mente (Part. Zé Milton) João Albrecht 10 29
18º Coisa de Pele Mari da Costa 10 1078
19º Maçaió Vitor Pirralho 9 220
20º Oco do mundo Basílio Seh 9 265
Bairros de Maceíó © 2002-2018

Curiosidade

Treze vezes vencedor do prêmio Notáveis da Cultura Alagoana - Prêmio ESPIA.

"Uma cidade que não tem memória é uma cidade sem alma. E a alma das cidades é sua própria razão de ser. É sua poesia, é seu encanto, é seu acervo. Quem nasce, quem mora, quem adota uma cidade para viver, precisa de história, das referências, dos recantos da cidade, para manter sua própria identidade, para afirmar sua individualidade, para fixar sua municipalidade." Extraído do livro Maceió 180 anos de história 5 de dezembro de 1995.

Top